YOUTUBERS, LIVROS E LEITORES: REFLETINDO SOBRE EXPERIÊNCIAS DE LEITURA

  • Fabiane Verardi Burlamaque Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUC RS
  • Pedro Afonso Barth UEM

Resumo

Este trabalho objetiva investigar se os livros produzidos pelos youtubers permitem uma significativa experiência de leitura que possibilita a aproximação de leitores a experiências literárias ou se tais livros são apenas produtos que agregam valor de mercado à imagem do youtuber. Para compreender a recepção dos livros de youtubers nos valeremos tanto de estudos sobre Cibercultura e Cultura de Convergência quanto de estudos da Sociologia da Leitura. Analisaremos três livros
produzidos por youtubers e compararemos com o conteúdo produzido em cada canal. Compreender se livros de youtubers possuem qualidades estéticas pode possibilitar que professores e mediadores possam valorizar a experiência advinda dessas leituras.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUC RS -;
Professora do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade de Passo Fundo – UPFPasso Fundo – RS- Brasil – fabianevb@uol.com.br.

Referências

BAUMAN, Zygmunt. Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadoria. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2008.
BUCHMANN, Kéfera. Muito mais que 5inco Minutos. São Paulo: Paralela, 2015.
BURGESS, Jean; GREEN, Joshua. Youtube e a revolução digital: como o maior fenômeno da cultura participativa transformou a mídia e a sociedade. São Paulo: Aleph, 2009.
CALDAS, Christian Figueiredo de. Eu fico Loko. Ribeirão Preto-SP: Novo Conceito Editora, 2015.
CANDIDO, Antonio. A vida ao rés-do-chão. In: CANDIDO, Antonio et al. A crônica: o gênero, sua fixação e suas transformações no Brasil. Campinas: Ed. Unicamp; Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 1992. p. 13-22.
CHARTIER, Roger. A Ordem dos Livros. Brasília: Editora UNB, 1994.
ESCARPIT, Robert. Sociología de la literatura. Barcelona: Oikos-Tau, S.A., 1971.
______. Hacia una sociología del hecho literario. Madrid: Edicusa, 1974.
FARIA, Julia Tolezano da Veiga. Jout Jout. Tá Todo Mundo mal. O livro das crises. São Paulo: Companhia das Letras, 2016.
JENKINS, Henry. Cultura da convergência. Tradução de Susana Alexandria. São Paulo: Aleph, 2009.
LÉVY, Pierre. Cibercultura. Tradução de Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Editora 34, 1999.
PETIT, Michèle. Os jovens e a leitura: uma nova perspectiva. 2. ed. Tradução Celina Olga de Souza. São Paulo: Editora 34, 2009.
SÁ, Jorge de. A crônica. São Paulo: Ática, 1987.
VERDÚ, Vicente. El estilo del mundo. La vida en el capitalismo de ficción. Barcelona: Anagrama, 2003.
Publicado
2018-07-25
Como Citar
VERARDI BURLAMAQUE, Fabiane; BARTH, Pedro Afonso. YOUTUBERS, LIVROS E LEITORES: REFLETINDO SOBRE EXPERIÊNCIAS DE LEITURA. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 8, n. 2, jul. 2018. ISSN 1980-7732. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/175>. Acesso em: 25 set. 2018.