• CHAMADA PARA TRABALHOS – LETRAS EM REVISTA V.11, n.01, 2021.

    2020-09-14

    CHAMADA PARA TRABALHOS – LETRAS EM REVISTA  V.12, n.01, 2021.

    PRAZO PARA SUBMISSÃO: 15/12/2020

    Dossiê: ESTUDOS SOBRE DESCRIÇÃO SOCIOLINGUÍSTICA DO PB E SUA APLICAÇÃO AO ENSINO

    Organização:

    Ailma do Nascimento Silva (UESPI)

    Cláudia Regina Brescancini (PUCRS/CNPq)

    Submissão: letrasemrevistauespi@gmail.com e https://ojs.uespi.br/index.php/ler

     As diversidades de produções fonéticas, fonológicas, construções morfossintáticas e lexicais são responsáveis por atestaremque toda língua comporta variedades geográficas, socioculturais e estilísticas que caracterizam a identidade social do falante e do seu interlocutor, bem como delineiam as condições sociais das suas respectivas produções discursivas no processo de interação verbal. As pesquisas mostram que a origem sociocultural e geográfica do falante não são gatilhos exclusivos para determinação da variação linguística, mas que ela é produto da interação de diversos fatores linguísticos e extralinguísticos. A descrição e análise das variedades do PB ainda é pauta bastante profícua dentro dos estudos linguísticos, sobretudo, pelos diversos aportes teórico-metodológicos utilizados para se compreender os mais diferentes usos linguísticose sua funcionalidade nos atos verbais e, mais ainda, pela imperativa imposição social da variedade-padrão concebida como modelo referencial de uso indistinto em todos os contextos sociais, excluindo-se daí as experiências linguísticas adquiridas, o saber cultural e a própria identidade linguística do falante. Esse embate se potencializa ainda mais quando se coloca frente a frente o dialeto social do falante e o ensino de Língua Portuguesa na escola. Diante do discurso prescritivo fundante do ensino tradicional ancorado na noção do correto e incorreto frente aos usos linguísticos, o propósito deste dossiê é reunir estudos inéditos sobre a relaçãoentre a descrição linguística das variedades brasileiras e o ensino de Língua Portuguesa em que se focalize não apenas o conflito instaurado, mas também propostas pedagógicas interventivas que redesenhem o trabalho prático com a linguagem em seu uso real.

    SEÇÃO LIVRE: funciona em fluxo contínuo, estando aberta para submissão de trabalhos inéditos na área dos estudos linguísticos resultantes de pesquisa científica, originais de ensaios de caráter teórico fundamentados em revisão de literatura, e resenhas de livros.

     

    Saiba mais sobre CHAMADA PARA TRABALHOS – LETRAS EM REVISTA V.11, n.01, 2021.
  • PRORROGAÇÃO DE PRAZO DE SUBMISSÃO

    2019-08-20

    Dossiê: Estudos sobre gêneros textuais: perspectivas teóricas e aplicadas

    Prazo para submissão: 31/08/2019

    Submissão pela revista e pelo e-mail letrasemrevistauespi@gmail.com

    As pesquisas que abordam os gêneros textuais, tanto numa perspectiva teórica quanto prática, são crescentes nas últimas décadas. O interesse sobre a temática dos gêneros vem sendo evidenciado não apenas a partir da implementação, em 1998, dos Parâmetros Curriculares Nacionais e, ainda recentemente, da Base Nacional Comum Curricular, mas também a partir de eventos específicos.  Podemos citar, por exemplo, o Simpósio Internacional de Gêneros Textuais/Discursivos - SIGET, congresso bianual que está em sua décima edição.

    Atualmente, as pesquisas sobre o tema pautam-se em diferentes concepções teórico-metodológicas, definindo e caracterizando os gêneros, bem como analisando seus usos nas práticas sociais. Diante da diversidade de aportes teóricos e metodológicos possíveis utilizados para descrevê-los e estudá-los, o propósito deste dossiê é reunir trabalhos inéditos que discutam esses aspectos. Entendemos que, nos estudos dos gêneros, os pesquisadores, embora tracem diferentes caminhos teórico-metodológicos e façam suas opções particulares, em última instância, levantam o mesmo questionamento: de que forma os gêneros textuais podem contribuir para a adequada compreensão das diferentes práticas sociais (educação básica, academia, comunicação pública, mídia, política, jurídica e contextos profissionais em geral) em que atuamos? Dessa forma, convidamos todos aqueles que se sintam motivados a dialogar sobre o tema aplicado às diversas áreas de atuação profissional a enviarem sua contribuição.

    ORGANIZADORES:

    Bárbara Olímpia Ramos de Melo (Universidade Estadual do Piauí)

    Benedito Gomes Bezerra (Universidade Católica de Pernambuco e Universidade Estadual de Pernambuco)

    Rosalice Pinto (Instituto de Filosofia da Universidade Nova de Lisboa e Centro de Investigação e Desenvolvimento sobre Direito e Sociedade da Universidade Nova de Lisboa)

    SEÇÃO LIVRE: funciona em fluxo contínuo, estando aberta para submissão de trabalhos inéditos na área dos estudos linguísticos, resultantes de pesquisa científica, originais de ensaios de caráter teórico, fundamentados em revisão de literatura, e resenhas de livros.

    Saiba mais sobre PRORROGAÇÃO DE PRAZO DE SUBMISSÃO
  • Chamada Letras em Revista

    2017-10-30

    Chamada Letras em Revista (ISSN 2318-1788, V.9. N.2 - 2017) 

    Revista do Mestrado Acadêmico em Letras da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). 

    Dossiê: Transfigurações do mito e do sagrado em narrativas dos séculos XX e XXI 

    Organizadores: 

    Prof. Dr. José Wanderson Lima Torres

    Prof. Dr. Douglas Rodrigues de Sousa

    Prof. Dr. Rodrigo Petronio Ribeiro

    Prof. Dr. José Abílio Perez Junior 

     

    Prazo de envio até 31 de outubro de 2017.

    Saiba mais sobre Chamada Letras em Revista