GÊNEROS DIGITAIS E TICS: OS CURSOS DE FORMAÇÃO EM LETRAS TÊM PREPARADO OS FUTUROS PROFESSORES PARA TRABALHAR COM ESSAS FERRAMENTAS DE ENSINO?

  • Maíra Ferreira Sant'Ana Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Resumo

No atual contexto social nota-se a profusão das novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) e, consequentemente, dos gêneros digitais, ocasionando mudanças nas práticas sociais e discursivas. A partir disso, a presente pesquisa tem como objetivo verificar se os sujeitos graduandos e graduados no curso de Letras possuem conhecimento sobre os gêneros digitais e se sentem preparados para trabalhar com as TICs em sala de aula, ou seja, se os cursos de formação de professores têm preparado estes (futuros) profissionais para formar cidadãos capazes de interagir plenamente na sociedade. A maioria dos participantes da pesquisa alegou ter conhecimento sobre os gêneros em questão, contudo, grande parte afirma que a habilidade foi adquirida fora do ambiente de formação acadêmica, fato que ocasiona uma insegurança se estes profissionais realmente fazem/farão o uso adequado destas novas tecnologias em sala de aula, enquanto educadores, explorando, de fato, seu potencial pedagógico.

Referências

BARDIN, Lawrence. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011. 229p.
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: Língua Portuguesa/ Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998. 106 p.
FERRAZ, F. S. M. Gêneros digitais e a Hipertextualidade. Revista do GEL, São Paulo, v. 7, n. 1, p. 127-144, 2010.
Disponível em: . Acesso em: 23 jun. 2018.
FREIRE, Paulo. A Educação na Cidade. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2001.
GUIMARÃES, L. S. R. Gestão de novas tecnologias no contexto educacional. In BARIAN PERROTTI, E. M.; VIGNERON, J. Novas Tecnologias no contexto educacional: reflexões e relatos de experiências. São Bernardo do Campo, SP: Umesp, 2003.
Disponível em: . Acesso em: 20 jun. 2018.
MARCUSCHI, L. A. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, Â. et al. Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002.
______. Gêneros textuais emergentes no contexto da tecnologia digital. In: _______ ; XAVIER, Antônio C. (Org.). Hipertexto e gêneros digitais. Rio de Janeiro: Lucerna, 2005.
NOGUEIRA, F. C. Gêneros midiáticos, internet e contexto escolar: relações entre fazeres e saberes. 2012. Dissertação –Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal do Mato Grosso, Cuiabá.

OLIVEIRA, L. C. V. Gestão do trabalho pedagógico, novas tecnologias e inovações na cultura escolar: uma intersecção a ser estudada. In: BARIAN PERROTTI, E. M.; VIGNERON, J. Novas Tecnologias no contexto educacional: reflexões e relatos de experiências. São Bernardo do Campo, SP: Umesp, 2003.
Disponível em: . Acesso em: 23 jun. 2018.
SIQUEIRA, J. C. O uso das TICs na formação de professores. Interdisciplinar: Revista de Estudos em Língua e Literatura, Itabaiana-SE, v.19, n. 2, 203-215, 2013.
Disponível em: . Acesso em: 23 jun. 2018.
Publicado
2020-06-04
Como Citar
SANT'ANA, Maíra Ferreira. GÊNEROS DIGITAIS E TICS: OS CURSOS DE FORMAÇÃO EM LETRAS TÊM PREPARADO OS FUTUROS PROFESSORES PARA TRABALHAR COM ESSAS FERRAMENTAS DE ENSINO?. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 11, n. 01, jun. 2020. ISSN 2318-1788. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/189>. Acesso em: 30 set. 2020.