ENTRE O TRAILER E O FILME: O USO DE GÊNEROS TEXTUAIS ORAIS EM UMA AULA DE PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS

  • Gabriela Soares Freire Universidade Federal Fluminense
  • Amanda Oliveira Amaral

Resumo

Neste artigo, apresentamos uma proposta de uso de gêneros textuais orais em uma sequência didática de português para estrangeiros (PLE). Esta sequência foi aplicada em uma das aulas de um curso de imersão em língua e cultura no Rio de Janeiro, entre julho e agosto de 2019, para um grupo de adolescentes peruanos de 13 e 14 anos, com nível intermediário de proficiência em português. A sequência enfocou a utilização do gênero textual oral trailer no processo de ensino e aprendizagem da língua, propiciando aos alunos exercitar a compreensão e produção oral, além de trabalhar as questões linguísticas e culturais da língua em uso. 


Palavras-chave: Gêneros textuais orais, português para estrangeiros, sequência didática, ensino de língua

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Possui Graduação em Letras - Português/Francês (UFF/2013) e mestrado em Estudos de Linguagem (UFF/2015), na área de linguística aplicada ao ensino de língua estrangeira. Atualmente é doutoranda em “História, política e contato linguístico” na Universidade Federal Fluminense (RJ/Brasil). Tem experiência no ensino de PLE, língua francesa e no desenvolvimento de materiais didáticos.

Referências

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso In. ____. Estética da criação verbal. 4.ed. São Paulo: Martins
Fontes, 2003, p. 261-306.
MARCUSCHI, L. A. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.
____________. Gêneros textuais: definição e funcionalidade In. Gêneros textuais e ensino. Angela Paiva Dionísio, Anna Rachel Machado. Maria Auxiliadora Bezerra (org). São Paulo: Parábola Editorial, 2010, p. 19-38.
CORRÊA, R.L.T. O livro escolar como fonte de pesquisa em história da educação. Cadernos Cedes. Campinas,SP, ano 20, n. 52, p.11-24, nov.2000.
DIONISIO, Angela Paiva. Gêneros textuais e multimodalidade In. Gêneros textuais: reflexões e ensino. Acir Mário Karwoski, Beatriz Gaydeczka, Karim Siebeneicher Brito (org); Luiz Antônio Marcuschi et al. 4.ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2011, p. 137-152.
DOLZ,J.; NOVERRAZ, M.; e SCHNEUWLY, B. (2000). Sequências didáticas para o oral e a escrita: Apresentação de um procedimento. In. SCHNEUWLY, B.; DOLZ, J. et alii. Gêneros orais e escritos na escola. Trad. e org.: R.H.R. Rojo e G.S.Cordeiro. Campinas: Mercado de Letras, 2011, p.81-108.
LEFFA, V. Ensino de línguas: passado, presente e futuro. In. Rev. Est. Ling., Belo Horizonte, v. 20, n. 2, jul./dez. 2012, p. 389-411.
LIMA, E. E. O. F; ROHRMANN, L.; ISHIHARA, T.; LUNES, S.A.; BERGWEILER, C. G. Novo Avenida Brasil -1: curso básico de português para estrangeiros. São Paulo: EPU, 2008.
PONCE, M. H. Bem-vindo! A língua portuguesa no mundo da comunicação. São Paulo: Special Book Service
Livraria, 2004.
ROJO, R. Apresentação In. Escol@ conectada: os multiletramentos e as TIC’s. Adolfo Tanzi Neto [et. al]. Organização Roxane Rojo. São Paulo: Parábola, 2013, p. 7-11.
SANSON, C. S. Representações do Brasil em materiais didáticos de PLE utilizados na França. Tese (doutorado
em Estudos da Linguagem), Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2011.
TOMLINSON, B.; MASUHARA, H. Elaboração de materiais para curso de idiomas. São Paulo: Special Book Services Livraria, 2005.
TRAVAGLIA, L.C. Gêneros Orais – conceituação e caracterização. In. Anais do SILEL. Volume 3, Número 1. Uberlândia: EDUFU, 2013.
Publicado
2020-06-04
Como Citar
FREIRE, Gabriela Soares; AMARAL, Amanda Oliveira. ENTRE O TRAILER E O FILME: O USO DE GÊNEROS TEXTUAIS ORAIS EM UMA AULA DE PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 11, n. 01, jun. 2020. ISSN 2318-1788. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/240>. Acesso em: 27 nov. 2020.