GÊNERO PROJETO DE PESQUISA: ONDE ESFERA ACADÊMICA, COMUNIDADE ACADÊMICA E CULTURA DISCIPLINAR SE ENCONTRAM

  • Emanoel Barbosa de Sousa Universidade Federal do Piauí

Resumo

O objetivo desta pesquisa é explicitar a articulação entre os conceitos de esfera de atividade humana, comunidade discursiva e cultura disciplinar em práticas acadêmicas, mais especificamente, no gênero projeto de pesquisa. Para isso, fundamentamo-nos em Bakhtin (1997), em Swales (1990), em Starr-Glass (2015), em (MILLER, 2009 [1984]). Neste artigo, fazemos o estudo de seis projetos de pesquisa elaborados por graduandos do curso de Letras Português da Universidade Federal do Piauí, na disciplina de TCC I, cuja área de pesquisa é Análise do Discurso. Metodologicamente, baseamo-nos na proposta de Swales (1990), com adaptações para o gênero projeto de pesquisa, para a identificação da organização retórica dos textos analisados. Por meio da análise, percebemos que a organização e ordenação das microações realizadas através dos passos sofrem maior influência individual, enquanto as macroações dos movimentos retóricos estão mais sujeitas à força coletiva da comunidade discursiva e da esfera de atuação humana.

Referências

ARAÚJO, J; DIEB, M.; COSTA, S. M. O QNP e as dificuldades de construção do objeto de pesquisa: uma experiência de aprendizagem mediada sobre o gênero projeto de pesquisa. D.E.L.T.A., 33.3, 2017 (729-757).
BAKHTIN, Mikhail Mjkhailovitch. Estética da criação verbal/Mikhail Bakhtin [tradução feita a partir do francês por Maria Emsantina Galvão G. Pereira revisão da tradução Marina]. 2 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997. (Coleção Ensino Superior).
MILLER, Carolyn R. Gênero como ação social. In: __. Estudos sobre Gênero Textual, Agência e Tecnologia.
Angela Paiva Dionísio, Judith Chambiss Hoffnagel; tradução e adaptação de Judith Chambiss Hoffnagel [et al]. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2009 [1984].
MONTEIRO, B. N. Organização retórica da seção de metodologia de projetos de pesquisa nas culturas disciplinares de linguística e história. In: I Seminário de Gêneros acadêmico-científicos e escrita na universidade: UFPI, 2016.
MOTTA-ROTH, D. Rethorical Features and disciplinary cultures: a genre based study of academic book reviews in linguistics, chemistry and economics. Florianópolis, SC: UFSC. 311 p. Tese (Doutorado em Letras) – Programa de Pós-Graduação em inglês, 1995.
MOTTA-ROTH, Desirée; HENDGES, Graciela Rabuske. Produção textual na universidade. São Paulo, Parábola Editorial, 2010.
PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico [recurso eletrônico]: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. – Novo Hamburgo: Feevale, 2013.
RIO LIMA, C. A. C. 2016. Movimentos retóricos da seção de fundamentação teórica de projetos de pesquisa da subárea de linguística. Disponível em: . Acesso em: 02/10/2016.
STARR-GLASS, David. Scholarship of Teaching and Learning: promoting publications or encouraging engagement. In: WANG, Victor C. X. Handbook of Research on Scholarly Publishing and Research Methods.
SOUSA, E. B. A Ciência Linguística e as Várias Culturas Disciplinares no Gênero Projeto de Pesquisa na Graduação em Letras. Tese (doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Centro de Humanidades, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza, 2018.
SWALES, John M. Genre analysis: English in academic and research settings. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.
SWALES, John M. Repensando gêneros: nova abordagem ao conceito de comunidade discursiva. In: BIASE-RODRIGUES, B.; BEZERRA, B. G.; CAVALCANTE, M. M. (Orgs). Gêneros e sequências textuais. Recife: Edupe, 2009.
Publicado
2020-06-04
Como Citar
SOUSA, Emanoel Barbosa de. GÊNERO PROJETO DE PESQUISA: ONDE ESFERA ACADÊMICA, COMUNIDADE ACADÊMICA E CULTURA DISCIPLINAR SE ENCONTRAM. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 11, n. 01, jun. 2020. ISSN 2318-1788. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/290>. Acesso em: 27 nov. 2020.