OS MARCADORES "QUANDO" E "ENQUANTO" E SUAS IMPLICAÇÕES EM RELAÇÃO A TEMPO E ASPECTO PELA TEORIA DAS OPERAÇÕES PREDICATIVAS E ENUNCIATIVAS

  • Maria Renilda Rodrigues Leal Ramos Universidade Federal do Piauí

Resumo

Este trabalho é um recorte de uma pesquisa de mestrado em andamento, cujo objetivo é investigar o modo de funcionamento das marcas quando e enquanto à luz da Teoria das Operações Predicativas e Enunciativas (TOPE) de Antoine Culioli, apresentando uma análise destas marcas não como elemento previamente classificado, mas baseada na construção de valores temporais-aspectuais no ensino de Língua Portuguesa, na perspectiva de uma semântica construtivista, mais especificamente na linha de investigação que busca os valores referenciais através da diversidade dos sentidos de suas ocorrências, partindo do princípio de que o sentido é construído no e pelo enunciado. Trata-se de uma pesquisa qualitativa cujo corpus é composto de 11 enunciados extraídos do corpus do português, Google e exemplos nossos. A análise do corpus demonstrou o propósito de promover uma reflexão que busque práticas didáticas que contribuam para a exploração do sentido no ensino de Língua Portuguesa no contexto de sala de aula.


 

Referências

BECHARA, E. Moderna gramática portuguesa. 37 ed. Revista, Ampliada e atual. conforme o novo Acordo Ortográfico. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.
BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: língua portuguesa/ Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.: 106 p. Disponível em: portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/portugues.pdf.> Acesso em: 02 de jan. de 2019.
CAMPOS, M. H. C. Tempo, Aspecto e Modalidade: Estudos de Linguística Portuguesa. Portugal: Porto Editora, 1997.
CASTILHO, A. T. de. Introdução ao estudo do aspecto verbal na língua portuguesa. Marília, 1968.
CORPUS DO PORTUGUÊS. Disponível em: https://www.corpusdoportugues.org/xp.asp?c=3. Acesso em: 14 dez. 2019.
CULIOLI, A. Pour une linguistique de l’enonciation: opérations et representations – Tome 1. Paris: Éditions Ophrys, 1990.
______. Pour une linguistique de l’énonciation. Formalisation et Opérations de repérage. Tome 2. Paris: Ophrys, 1999a.
______. Pour une linguistique de l’énonciation. Domaine Notionnel. Tome 3. Paris: Ophrys, 1999b.
CUNHA, C.; CINTRA, L. Nova gramática do português contemporâneo. 5ªedição de acordo com a nova ortografia. Rio de Janeiro: Lexikon, 2008.
FLORES, V. do N. [et al.]. Enunciação e gramática: uma linguística da enunciação. São Paulo; Contexto, 2008.
GOMES, A. C. As operações de linguagem com a marca quando. Tese apresentada ao curso de Doutorado em Letras da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP). 207 p., Araraquara, São Paulo: 2007.
LIMA, R. Gramática normativa da língua portuguesa. 49. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2011.
LOPES, M. C. R. Estudo semântico do pretérito perfeito: variações interpretativas e regularidade de funcionamento. In REZENDE, Letícia Marcondes & ONOFRE, Maria Blund (orgs). Linguagem e Línguas Naturais - Diversidade Experimental e Linguística. São Carlos: Pedro & João Editores, 2006.
NEVES, M. H. de M. Gramática de usos do português. 2ª ed. atualizada conforme o novo acordo ortográfico da língua portuguesa. São Paulo: editora Unesp, 2011.
PERINI, M. A. Gramática descritiva do português. 4. ed. São Paulo: Ática, 2005.
SOUSA, O. da C. Construindo histórias – quando, então, depois – marcadores aspectuo-temporais em narrativas de crianças. Editorial Estampa lda: Lisboa, 1996.
VARGAS, M. V. Verbo e práticas discursivas. São Paulo: Contexto, 2011.
VIGNAUX, G. Le discours acteur du monde. Paris: Ophrys, 1988.
VOGÜE, S. de; FRANCKEL, Jean-Jacques; PAILLARD, D. Linguagem e enunciação: representação, referenciação e regulação. Organização e tradução de Márcia Romero e Milenne Biasotto-Holmo; posfácio de Valdir do Nascimento Flores. São Paulo: Contexto, 2011.
Publicado
2022-04-08
Como Citar
RODRIGUES LEAL RAMOS, Maria Renilda. OS MARCADORES "QUANDO" E "ENQUANTO" E SUAS IMPLICAÇÕES EM RELAÇÃO A TEMPO E ASPECTO PELA TEORIA DAS OPERAÇÕES PREDICATIVAS E ENUNCIATIVAS. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 12, n. 01, abr. 2022. ISSN 2318-1788. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/365>. Acesso em: 07 out. 2022.