CLARICE LISPECTOR CRONISTA: TAQUICARDIA A DOIS E ASSIM TAMBÉM NÃO

  • Sandra Trabucco Valenzuela Fatec Carapicuíba, FAM

Resumo

O presente artigo analisa duas crônicas de Clarice Lispector, publicadas em 1972 no Jornal do Brasil (JB), do Rio de Janeiro. Inicialmente, os textos serão contextualizados com as informações do período; a seguir, aborda-se o conceito de crônica e suas mudanças ao longo da história. Serão analisados na sequência as crônicas “Taquicardia a dois” e “Assim também não”, extraídas do Caderno B do JB, de 15 de abril de 1972. A análise abordará questões referentes à construção estrutural do texto; elementos da retórica aristotélica, a metalinguagem e o discurso, bem como identificará a relação que se estabelece entre a crônica e a obra de Clarice Lispector.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Pós-Doutora em Literatura Comparada (FFLCH USP, 2015), PhD em Literatura FFLCH USP, Mestre em Letras (FFLCH USP), Bacharel e Licenciada em Letras (FFLCH USP), é docente universitária desde 1990 nas áreas de Comunicação e Letras. Atualmente leciona na Fatec, FAM e UPM. É Tradutora juramentada de Língua Espanhola pelo Estado de SP, atuando também em editoras de renome.  Prêmios recebidos: Prêmio Literário José Celestino Bourroul 2014, concedido pela Academia Paulista de História; Prêmio Agito Cultural 2017 dado pela Assembleia Legislativa de SP. Pesquisas sobre hibridismo de linguagens (literatura, audiovisuais e artes plásticas), adaptações literárias para audiovisuais, com diversos livros e artigos científicos publicados.  É produtora e apresentadora do programa Mega Séries, pela Rádio Mega Brasil Online. É Espcialista em História da Arte pelo Centro Universitário Claretiano (2013) e em Cinema e Linguagem Audiovisual pela Universidade Braz Cubas (2019). Membro do grupo de Pesquisa CNPq Produções Culturais para Crianças e Jovens (FFLCH/USP), Pesquisadora e Associada à Abralic, Intercom e Associação de Tradutores Juramentados do Estado de SP.

Referências

ARISTÓTELES. Arte retórica e arte poética. Rio de Janeiro: Ediouro, s/d. Col. Clássicos de ouro.
BACHELARD, Gaston. La poética del espacio. Bogotá: Fondo de Cultura Económica, 1993.
CANDIDO, Antonio. A Vida ao rés do chão. In: A Crônica: o gênero, sua fixação e suas transformações no Brasil. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 1992.
CITELLI, Adilson. Linguagem e persuasão. 10ed. São Paulo: Ática, 1995.Letras em Revista (ISSN 2318-1788), Teresina, v. 11, n. 02, jun./dez. 2020 326
COUTINHO, Afrânio. Ensaio e crônica. In: A Literatura no Brasil. 3ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1986.
FRANCO JUNIOR, Arnaldo. Clarice Lispector e o kitsch. In: Stylos – Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras, v. 1, n. 1, pp 09-33. São José do Rio Preto, SP: Unesp, 2000.
GOTLIB, Nádia Battella. Clarice: uma vida que se conta. São Paulo: Ática, 1995.
KAYSER, Wolfgang. Fundamentos da interpretação e da análise literária. vol. 1. São Paulo: Livraria Acadêmica Saraiva, 1948. Col. Studium.
LEITE, Ligia Chiappini Moraes. O foco narrativo. São Paulo: Ática, 1985.
LERNER, Julio. Depoimento de Clarice Lispector a Julio Lerner. São Paulo: TV Cultura, programa Panorama, gravado em 01 fev. 1977. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=ohHP1l2EVnU. Acesso em 05 abr. 2020.
LISPECTOR, Clarice. A Descoberta do Mundo. Rio de Janeiro: Rocco, 1999.
LISPECTOR, Clarice. Taquicardia a dois. In: Jornal do Brasil, Caderno B, p. 2, 15 abr. 1972.
Memória do Jornal do Brasil (JB), RJ, Ed. 00006, 15 abr. 1972. Disponível em http://memoria.
bn.br/docreader/DocReader.aspx?bib=030015_09&PagFis=54978. Acesso em 07 abr. 2020.
LISPECTOR, Clarice. Taquicardia a dois. In: Jornal do Brasil, Caderno B, p. 2, 15 abr. 1972.
Memória do Jornal do Brasil (JB), RJ, Ed. 00006, 15 abr. 1972. Disponível em http://memoria.bn.br/docreader/DocReader.aspx?bib=030015_09&PagFis=54978. Acesso em 07 abr. 2020.
LISPECTOR, Clarice. Taquicardia a dois. In: Jornal do Brasil, Caderno B, p. 2, 15 abr. 1972. Disponível em http://www.rubi.casaruibarbosa.gov.br/bitstream/20.500.11997/7820/1/PTDC0009.JPG Acesso em 07 abr. 2020.
LISPECTOR, Clarice. Adeus, vou-me embora! In: Jornal do Brasil, 20 abr. 1968.
LISPECTOR, Clarice. Ser cronista. In: Jornal do Brasil, 22 jun. 1968.
LISPECTOR, Clarice. Máquina Escrevendo. In: Jornal do Brasil, 29 maio 1971.
LISPECTOR, Clarice. Panorama. Entrevista a Julio Lerner, gravada em 01 fev. 1977. TV Cultura. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=ohHP1l2EVnU. Acesso em 07 abr. 2019.
LISPECTOR, Clarice. Uma galinha. In: LISPECTOR, Clarice. Laços de família. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.
MEMÓRIA do Jornal do Brasil (JB), RJ, Ed. 00006, 15 abr. 1972. http://memoria.bn.br/docreader/DocReader.aspx?bib=030015_09&PagFis=54957. Acesso em 05 abr. 2020.
MEYER, Michel. Questões de retórica: linguagem, razão e sedução. Lisboa: Edições 70, 2007.
MOISÉS, Maussaud. A criação literária. vol. 2. Poesia e Prosa. MOISÉS, Massaud. A criação literária. v. 2. 10. ed. São Paulo: Cultrix, 1982
NUNES, Aparecida M. Clarice Lispector na imprensa brasileira. Revista Cult, 09 nov. 2017.
Disponível em https://revistacult.uol.com.br/home/clarice-lispector-na-imprensa-brasileira/.Acesso em 05 abr. 2020.
SÁ, Jorge de. A crônica. 3ed. São Paulo: Ática, 1987.
Publicado
2021-04-28
Como Citar
VALENZUELA, Sandra Trabucco. CLARICE LISPECTOR CRONISTA: TAQUICARDIA A DOIS E ASSIM TAMBÉM NÃO. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 11, n. 2, abr. 2021. ISSN 2318-1788. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/396>. Acesso em: 05 dez. 2021.