SEGREDOS, DRAMAS E HIPOCRISIA EM A ISCA, DE JULIA LOPES DE ALMEIDA

  • Milena Ribeiro Martins UFPR
  • Claudia Daniele Blum Santana Universidade Federal do Paraná

Resumo

Este artigo apresenta informações editoriais e literárias a respeito da obra da ficcionista Julia Lopes de Almeida, propondo reflexões acerca do lugar que ela tem ocupado na História da Literatura brasileira. Mais especificamente, são analisadas as quatro narrativas que compõem o livro A Isca (1923), desde sua primeira publicação em periódicos: seus elementos de estilo, linguagem e estrutura narrativa, com destaque para a permanência de temas e de recursos romântico-folhetinescos, a representação crítica de elementos sociais – sobretudo comportamentais – e a representação da moderna sociedade urbana brasileira. O artigo trata também de aspectos contextuais da obra: a importância da Livraria Editora Leite Ribeiro no sistema literário brasileiro dos anos 1920; as categorias de análise e classificação de obras publicadas nas primeiras décadas do século no Brasil; os paratextos que envolvem o livro A Isca e sua significação.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Professora da Universidade Federal do Paraná, Departamento de Literatura e Linguística.

Referências

A ILLUSTRAÇÃO BRAZILEIRA. O Paiz. Rio de Janeiro, 02/06/1909. Ano XXV, N. 9007, p. 02. Disponível em http://memoria.bn.br/DocReader/178691_03/19719. Acesso em 22 jul. 2020.
ACADEMIA BRASILEIRA. Jornal do Brasil. Rio de Janeiro, 15/03/1925. Ano XXXV, n. 00064, p. 11. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/030015_04/36326>. Acesso em 20 mai. 2020.
ALMEIDA, Julia Lopes de. O laço azul: novella romântica [capítulo I]. Leitura para todos. Rio de Janeiro, 1905, Ano I, N. 1, p. 21-25. Disponível em tp://memoria.bn.br/DocReader/348074/24. Acesso em 22 jul. 2020.
_____. O laço azul: novella romântica [capítulo II]. Leitura para todos. Rio de Janeiro, 1905, Ano I, N. 2, p. 89-92. Disponível em http://memoria.bn.br/DocReader/348074/240. Acesso em 22 jul. 2020.
_____. O laço azul: novella romântica [capítulo III]. Leitura para todos. Rio de Janeiro, 1906, Ano II, N. 3, p. 25-31. Disponível em http://memoria.bn.br/DocReader/348074/325. Acesso em 22 jul. 2020.
_____. O laço azul: novella romântica [capítulo IV]. Leitura para todos. Rio de Janeiro, 1906, Ano II, N. 4, p.51-60. Disponível em http://memoria.bn.br/DocReader/348074/500. Acesso em 22 jul. 2020.
_____. de. A isca. Rio de Janeiro: Leite Ribeiro, 1923.
_____. Memorias de Marta. Paris: Truchy-Leroy, s.d.
ANDRADE, Mário de. Amar, verbo intransitivo. Idílio. São Paulo: Casa Editora Antonio Tisi, 1927.
ASSIS, Machado de. Memórias póstumas de Brás Cubas. Rio de Janeiro: Tipografia Nacional, 1881.
Disponível em https://digital.bbm.usp.br/handle/bbm/4826. Acesso em 20 jul. 2020.
BRANCO, L. C. Amores pré-modernos. In: FUNDAÇÃO DA CASA DE RUI BARBOSA. Sobre o Pré-modernismo. Rio de Janeiro: Fundação da Casa de Rui Barbosa, 1988.
BRITTO, L. Alguns livros. O Imparcial. Rio de Janeiro, ano XI, n. 1518, 15/02/1923. p. 2. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/107670_02/12985. Acesso em 20 mai. 2020.
CHARTIER, Roger. A ordem dos livros: leitores, autores e bibliotecas na Europa entre os séculos XIV e XVIII. Tradução de Mary Del Priori. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1999.
FONTES, Hermes. Estante Giratória... O Imparcial. Rio de Janeiro, ano XI, n. 1527, 24/02/1923. p. 2. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/107670_02/13071. Acesso em 20 mai. 2020.
GENETTE, Gerard. Paratextos editoriais. Tradução de Álvaro Faleiros. Cotia: Ateliê Editorial, 2009.
HALLEWELL, Laurence. O livro no Brasil: sua história. 2. ed. revista e ampliada. Tradução de Maria da Penha Villalobos, Lólio Lourenço de Oliveira e Geraldo Gerson de Souza. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2005.
HOMENAGENS LITERÁRIAS: Far-se-á no Rio um monumento a Eça de Queiroz? A Noite, Rio de Janeiro, 11 de junho de 1912. Anno II, n. 281, p. 1. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=348970_01&pasta=ano%20191&pesq=%22julia%20lopes%20de%20almeida%22. Acesso em 23 mai. 2020.
LYRA, Helena C. de; COUTO, Ivette S. do; VALENÇA, Rachel T. Brouhahas. Tric-Trics & Arenzéis: o Léxico Pré-modernista. In: FUNDAÇÃO DA CASA DE RUI BARBOSA. Sobre o Prémodernismo. Rio de Janeiro: Fundação da Casa de Rui Barbosa, 1988.
MACHADO, Ubiratan. A capa do livro brasileiro: 1820-1950. São Paulo: Ateliê Editorial, 2017.
MARTINS, Milena Ribeiro. Monteiro Lobato editor em perspectiva: romances e contos brasileiros dos anos 1920. In: Congresso Internacional ABRALIC 2018, Uberlândia. Anais Eletrônicos do Congresso Internacional Abralic 2018. Uberlândia, 2018. v. I. pp. 886-900. Disponível em: https://
abralic.org.br/anais/arquivos/2018_1547506488.pdf Acesso em 20 mai. 2020.
MEDEIROS E ALBUQUERQUE. Marta. 4. ed. São Paulo: Edusp, 2013.
MIGUEL-PEREIRA, L. História da literatura brasileira: Prosa de ficção (de 1870-1920). v. XII. Rio de Janeiro, São Paulo: José Olympio, 1950. Coleção Documentos Brasileiros.
NOTICIAS LITERARIAS. O Paiz. Rio de Janeiro, 27 de julho de 1921, n. 13.429, p. 4. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/178691_05/6706. Acesso em 20 mai. 2020.
O LIVRO TRIUMPHA! A Noite. Rio de Janeiro, 12 de julho de 1912. Anno II, N. 310, p. 1. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/348970_01/1392. Acesso em 20 mai. 2020.
QUATRO OBRAS LITERARIAS. O Paiz. Rio de Janeiro, 26 de março de 192. N. 13671, p. 4. Disponível em: http://memoria.bn.br/docreader/178691_05/9138. Acesso em 20 mai. 2020.
RAGO, M. Os prazeres da noite: prostituição e códigos da sexualidade feminina em São Paulo (1890-1930). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991
Publicado
2021-05-03
Como Citar
RIBEIRO MARTINS, Milena; BLUM SANTANA, Claudia Daniele. SEGREDOS, DRAMAS E HIPOCRISIA EM A ISCA, DE JULIA LOPES DE ALMEIDA. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 11, n. 2, maio 2021. ISSN 2318-1788. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/400>. Acesso em: 24 jun. 2021.