EFEITO DA MÍDIA DIGITAL E DA LEITURA EM PAPEL NA COMPREENSÃO LEITORA EM UNIVERSITÁRIOS DE PEDAGOGIA

  • Hannah Kathryn Lucas Universidade Federal do Paraná
  • Maria Isabel Schmidt Universidade Federal do Paraná
  • Leandro Kruszielski Universidade Federal do Paraná

Resumo

A leitura é um processo cognitivo complexo e o suporte em que o texto é apresentado pode ser uma variável importante para influenciar sua compreensão. Esta pesquisa tem por objetivo identificar a preferência, a frequência e a compreensão de leitura em universitários de Pedagogia em relação a dispositivos físicos ou digitais. Foram realizados dois estudos. No Estudo 1, foi aplicado um questionário de preferência de leitura em 154 estudantes do curso de Pedagogia. No Estudo 2, 34 estudantes também leram um texto impresso em papel ou em um tablet, respondendo posteriormente perguntas sobre ele. Os resultados mostraram que, de modo geral, há uma preferência de leitura maior em mídias físicas (texto impresso, livros) do que em mídias digitais (computador, celular, tablet e e-reader), não há diferença na frequência de leitura entre mídias físicas e digitais e que os participantes afirmam que conseguem ler em seus dispositivos de preferência. Em relação à compreensão de leitura, não foram observadas diferenças no desempenho entre quem realizou a leitura no papel e no tablet.


 

Referências

BOTTINO, A. G. Compreensão da linguagem escrita na educação de jovens e adultos. 129p. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro, 2004.
BOTTINO, A. G..; EMMERICK, T. A.; SOARES, A. B. Promovendo a compreensão de textos em estudantes alfabetizados na infância e na idade adulta. Educar em Revista, Curitiba, n. 38, p. 145-156, 2010. Disponível em: < https://doi.org/10.1590/S0104-40602010000300010 >
CHEN, G., CHENG, W., CHANG, T. W., ZHENG, X., HUANG, R. A comparison of reading comprehension across paper, computer screens, and tablets: Does tablet familiarity matter? Journal of Computers in Education, v. 1, n.2, p. 213–225, 2014. Disponível em: < https://doi.org/10.1007/s40692-014-0012-z>
CLINTON, V. Reading from paper compared to screens: A systematic review and meta‐analysis. Journal of Research in Reading, v. 42, n. 2, p. 288-325, 2019. Disponível em: < https://doi.org/10.1111/1467-9817.12269>
DELGADO, P., VARGAS, C., ACKERMAN, R., SALMERÓN, L. Don't throw away your printed books: A meta-analysis on the effects of reading media on reading comprehension. Educational Research Review, v. 25, p. 23-38, 2018. Disponível:
FERNANDES, R. S. G.; MAIA, R. F. Comportamento leitor de universitários: um estudo com alunos de administração e computação. Anais do SILEL, v. 3, n. 1, 2013. Disponível em: < http://www.ileel.ufu.br/anaisdosilel/pt/arquivos/silel2013/1713.pdf>
FOUCAMBERT, J. Modos de ser leitor: Aprendizagem e ensino da leitura no ensino fundamental. Curitiba: UFPR, 2008.
GUERRA, F., GORGÔNIO, F., GUERRERO, D., FIGUEIREDO, J. Efeitos da Leitura em Mídia Digital sobre Velocidade de Leitura e Compreensão Textual. Anais do Computer on the Beach, p. 131-140, 2015. Disponível em:
HOU, J.; RASHID, J.; LEE, K. M. Cognitive map or medium materiality? Reading on paper and screen. Computers in Human Behavior, v. 67, p. 84-94, 2017. Disponível em: < https://doi.org/10.1016/j.chb.2016.10.014>
INSTITUTO PRÓ-LIVRO; ITAÚ CULTURAL. Retratos da Leitura no Brasil. 5. ed. Disponível em: Acesso em 12 dez. 2020.
KATZ, F. S. Estudo de comportamento de consumo de livros digitais. 95p., Trabalho de Conclusão de Curso (Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011. Disponível em: < https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/33251>
KONG, Y.; SEO, Y. S.; ZHAI, L. Comparison of reading performance on screen and on paper: A meta-analysis. Computers & Education, v. 123, p. 138-149, 2018. Disponível em:
LEFFA, V. J. Fatores da compreensão na leitura. Cadernos do IL, v. 15, n. 15, p. 143-159, 1996. Disponível em:
MANGEN, A.; WEEL, A. The evolution of reading in the age of digitisation: an integrative framework for reading research. Literacy, v. 50, n. 3, p. 116–124, 2016. Disponível em:
NASCIMENTO, F. P.; FRANCO, S. A. P. Conhecimento de mundo por meio da leitura digital: um estudo com universitários. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 12, n. esp., p. 1511-1523, 2017. Disponível em: < https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/10306>
PORION, A., APARICIO, X., MEGALAKAKI, O., ROBERT, A., BACCINO, T. The impact of paper-based versus computerized presentation on text comprehension and memorization. Computers in Human Behavior, v. 54, p. 569-576, 2016. Disponível em:
SANTOS JUNIOR, V. B.; MONTEIRO, J. C. Educação e COVID-19: As tecnologias mediando a aprendizagem em tempos de pandemia. Encantar-Educação, Cultura e Sociedade, v. 2, p. 01-15, 2020. Disponível em: < https://www.revistas.uneb.br/index.php/encantar/article/view/8583>
SILVA, M. C. Livro impresso versus livro eletrônico: um estudo de caso sobre a preferência dos usuários da Biblioteca do Tribunal Superior Eleitoral. 59p., Monografia (Biblioteconomia) - Universidade de Brasília, 2012. Disponível em:
SOARES, A. B.; EMMERICK, T. A., VICENTE, A. L. Avaliação dos níveis de compreensão de textos em estudantes universitários. Estudos e pesquisas em psicologia, v. 10, n. 3, p. 818-832, 2010. Disponível em:
SOUZA, J.; COUTINHO, A.; ALENCAR M. A leitura em papel e em dispositivos digitais e sua influência na compreensão de histórias em quadrinhos. Recife, p. 1-10, 2018. Disponível em: Acesso em 29 abr. 2021.
STERNBERG, R. J. Psicologia cognitiva. Porto Alegre: Artmed, 2008.
WALSH, G. Screen and paper reading research–a literature review. Australian Academic & Research Libraries, v. 47, n. 3, p. 160-173, 2016. Disponível em:
WOLF, M. O cérebro no mundo digital: os desafios da leitura na nossa era. São Paulo: Contexto, 2019.
Publicado
2022-04-08
Como Citar
LUCAS, Hannah Kathryn; SCHMIDT, Maria Isabel; KRUSZIELSKI, Leandro. EFEITO DA MÍDIA DIGITAL E DA LEITURA EM PAPEL NA COMPREENSÃO LEITORA EM UNIVERSITÁRIOS DE PEDAGOGIA. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 12, n. 01, abr. 2022. ISSN 2318-1788. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/405>. Acesso em: 29 maio 2022.