ANÁFORA DIRETA E ENCAPSULAMENTO EM UM CONTO DE TERROR

  • Leonor Werneck dos Santos UFRJ
  • José Ricardo Carvalho

Resumo

Neste trabalho, propomos uma análise textual-discursiva dos processos de
referenciação no gênero textual conto de terror, com base em “O gato preto”, de
Edgar Allan Poe. Os pressupostos teóricos ancoram-se em princípios sociocognitivos
e interacionais da Linguística de Texto, adotados por autores como Koch e Marcuschi
(1998), Conte (1996, 2003), Mondada e Dubois (2003), Apothéloz (2003), Francis
(2003), Custódio Filho (2011), Santos e Cavalcante (2014). Observamos como se
opera a criação de expectativa e suspense com base em estratégias referenciais
estabelecidas pelos processos de anáfora direta e encapsulamento, que dinamizam a
progressão textual do conto de terror.

Referências

APOTHÉLOZ, D. Papel e funcionamento da anáfora na dinâmica textual. In: CAVALCANTE, M. M.;
RODRIGUES, B. B.; CIULLA, A. (Orgs.). Referenciação. São Paulo: Contexto, 2003. p.53-84.
APOTHELOZ, D.; REICHLER-BEGUELIN, M.-J. Construction de la référence et stratégies de
désignation. In: BERRENDONNER, A.; REICHLER-BEGUELIN, M-J. (Ed.). Du syntagme nominal aux
objets-de-discours: SN complexes, nominalizations, anaphores. Neuchâtel: Institute de Linguistique de
l'Université de Neuchâtel, 1995. p. 227-271.
APOTHÉLOZ, D.; CHANET, C. Definido e demonstrativo nas nomeações. In: CAVALCANTE, M. M.;
RODRIGUES, B. B.; CIULLA, A. (Orgs.). Referenciação. São Paulo: Contexto, 2003. p.131-176.
BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003[1979].
CARVALHO, J. R.; SANTOS, A. C. A compreensão dos mecanismos enunciativos na leitura do conto de
terror “O gato preto”. Revista Fórum Identidades. Ano 10, v. 21, p. 255-271, 2016.
CAVALCANTE, M. M. Expressões referenciais – uma proposta classificatória. Caderno de Estudos Linguísticos,
Campinas, n. 44, p. 105-118, jan/jun 2003.
_______. Referenciação: sobre coisas ditas e não ditas. Fortaleza: Edições UFC, 2011.
______. Os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, 2012.
CAVALCANTE, M. M.; SANTOS, L. W. Referenciação e marcas de conhecimento partilhado. Linguagem em
(Dis)curso, Tubarão/SC, v. 12, n. 3, p. 657-681, set./dez. 2012.
CONTE, M. Anaphoric Encapsulation. Belgian Journal of linguistics, v. 10, p. 1-10, 1996.
CONTE, M. E. Encapsulamento anafórico. In: CAVALCANTE, M. M.; RODRIGUES, B. B.; CIULLA, A.
Referenciação. São Paulo: Contexto, 2003. p. 177-190.
CUSTÓDIO FILHO, V. Múltiplos fatores, distintas interações: esmiuçando o caráter heterogêneo da
referenciação. 329 p. Tese (Doutorado em Linguística). Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.
CUSTÓDIO FILHO, V. Análise da referenciação por meio de traços de significação. In: FIGUEIREDO, M.
F. Textos: sentidos, leituras e circulação. Franca/SP: Unifran, 2014. p.199-224.
FRANCIS, G. Rotulação do discurso: Um aspecto da coesão lexical de grupos nominais. In:
CAVALCANTE, M. M.; RODRIGUES, B. B.; CIULLA, A. Referenciação. São Paulo: Contexto, 2003. p.191-
228.
KOCH, I. G. V. Desvendando os segredos do Texto. São Paulo: Cortez, 2003.
KOCH, I. G. V. As tramas do texto. Rio de Janeiro: Lucerna, 2008.
Letras em Revista (ISSN 2318-1788), Teresina, V. 08, n. 01, jan./jun. 2017. 31
KOCH, I. G. V. Introdução à Linguística Textual. 2.ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.
KOCH, I.; MARCUSCHI, L. A. Processos de referenciação na produção discursiva. Delta, v. 14, p. 169- 190
(Número especial), 1998.
MARCUSCHI, L. Anáfora indireta: o barco textual e suas âncoras. In: KOCH, I.; MORATO, E.; BENTES,
A. C. (Orgs.). Referenciação e discurso. São Paulo: Contexto, 2005. p. 53-102.
MARCUSCHI, L. A; KOCH, I. V. Estratégias de referenciação e progressão referencial na língua falada.
Gramática do Português Falado. v. 8. Campinas: Editora da UNICAMP, 2002. p.31-56.
MONDADA, L.; DUBOIS, D. Construção dos objetos de discurso e categorização: uma abordagem dos
processos de referenciação. In: CAVALCANTE, M. M.; RODRIGUES, B. B.; CIULLA, A. (orgs).
Referenciação. São Paulo: Contexto, 2003. p. 17-52.
POE, E. A. Histórias extraordinárias. São Paulo: Nova Cultural, 1978. p.39-50.
SANTOS, L. W. dos. Referenciação. Revel na Escola, v. 13, n. 25, 2015. p. 1-8.
SANTOS, L. W. ; CAVALCANTE, M. Referenciação: continuum anáfora-dêixis. Intersecções, ano 7, n. 1, 2014,
p. 224-246.
TODOROV, T. Introdução à narrativa fantástica. São Paulo: Perspectiva, 1980.
Publicado
2018-03-01
Como Citar
DOS SANTOS, Leonor Werneck; CARVALHO, José Ricardo. ANÁFORA DIRETA E ENCAPSULAMENTO EM UM CONTO DE TERROR. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 8, n. 01, mar. 2018. ISSN 1980-7732. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/44>. Acesso em: 25 set. 2018.