EXPRESSÕES DE FUTURIDADE NO PORTUGUÊS DO BRASIL: DESCRIÇÃO E ENSINO

  • Livia Silva UFRJ
  • Silvia Rodrigues Vieira Universidade Federal do Rio de Janeiro

Resumo

Fundamentando-se na proposta intitulada Ensino de gramática em três eixos (VIEIRA, 2014, 2017a, 2017b), aliada a procedimentos da Metodologia de aprendizagem ativa (PILATI, 2017, 2020), o artigo trata da abordagem de temas linguísticos, como o do futuro verbal, no âmbito da Educação Básica. Considerando o comportamento das expressões variáveis de futuridade, sem, entretanto, desconsiderar as regularidades do sistema gramatical, o texto apresenta e aprecia uma proposta pedagógica interventiva (SILVA, 2021) que concebe o ensino de gramática (i) como atividade reflexiva/ metacognitiva, (ii) como recurso para a construção de sentidos em diferentes gêneros textuais e contextos discursivos, e (iii) para a abordagem da variação linguística.

Referências

ARAÚJO-ADRIANO, Paulo Ângelo de. Alguns aspectos sobre a expressão do futuro no português brasileiro: fala, escrita e representação. Mosaico, São José do Rio Preto, SP, v. 15, p. 493-523, 2016.
ARAÚJO-ADRIANO, Paulo Ângelo de. Sintaxe e diacronia da expressão de futuridade no PB. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Instituto de Estudos da Linguagem, UNICAMP, Campinas, SP, 2019a.
ARAÚJO-ADRIANO, Paulo Ângelo de. Como as crianças brasileiras adquirem a expressão de futuridade: um estudo sintático. Minguilim. Revista Eletrônica do Netlli, Crato, CE. v. 8, n. 2, p. 709-
727, maio-ago, 2019b. Disponível em: https://doi.org/10.47295/mgren.v8i2.2107. Acesso em: 23 de jan. de 2020.
ARAÚJO-ADRIANO, Paulo Ângelo de. Conhecimento linguístico do letrado acerca das expressões de futuridade: forma perifrástica (gramática nuclear/L1) versus forma sintética (gramática nuclear/L2). Letras de hoje, Porto Alegre, RS. v. 55, n. 3, p. 300-315, jul-set. 2020. Disponível em: http://
dx.doi.org/10.15448/1984-7726.2020.3.36499. Acesso em: 23 de jan. de 2020.
BORTONI-RICARDO, Stella Maris. Educação em língua materna: a Sociolingüística na sala de aula. São Paulo, SP: Parábola Editorial, 2004 (Col. Linguagem, nº. 4).
BORTONI-RICARDO, S. M. Nós cheguemu na escola, e agora? Sociolingüística e Educação. São Paulo: Parábola Editorial, 2005.
FRANCHI, Carlos. Mas o que é mesmo “gramática”? São Paulo, SP: Parábola Editorial, 2006.
GIBBON, Adriana de Oliveira. A expressão do tempo futuro na língua falada de Florianópolis: gramaticalização e variação. Dissertação (Mestrado em Letras/Linguística) – Curso de Pós-Graduação em Letras/Linguística, UFSC, Florianópolis, SC, 2000.
GIBBON, Adriana de Oliveira. Trajetória de gramaticalização da perífrase ir (presente) + infinitivo no domínio funcional do futuro: análise sincrônica e diacrônica em amostras de fala e escrita gaúchas. Tese (Doutorado em Letras/Linguística) – Curso de pós-graduação em Letras/Linguística, UFSC, Florianópolis, SC,
2014.
KATO, Mary. A gramática nuclear e a língua-I do brasileiro. In: MARTINS, Marco Antônio (Org.). Gramática e Ensino. Natal, RN: EDUFRN, 2013. p. 149-164. v. 1 (Coleção Ciências da Linguagem aplicadas ao ensino).
KATO, Mary; CYRINO, Sonia; CORREA, Vilma. Brazilian Portuguese and the recovery of lost clitics through schooling. In: PIRES, Acrisio; ROTHMAN, Jason (Ed.). Minimalist inquiries into child and adult language acquisition: case studies across Portuguese. Nova Iorque, EUA: Mouton de Gruyter, 2009. p. 245-272. Disponível em: https://doi.org/10.1515/9783110215359.2.245 Acesso em: 23 de jan. de 2020.
LABOV, William. Sociolinguistics Patterns. Philadelphia: University pf Pennsylvania Press. Padrões sociolinguísticos. Trad. Marcos Bagno, Maria Marta Pereira Scherre, Caroline Rodrigues Cardoso. São Paulo, SP: Parábola Editorial, 2008. [1972].
LABOV, William. Some sociolinguistic principles. In: PAULSTON, Christina Bratt; TUCKER, G. Richard (Eds.) Sociolinguistics: the essential readings. Oxford: Blackwell, 2003. p. 234-250.
MARCUSCHI, Luiz Antônio. Da fala para escrita: atividades de retextualização. 2 ed. São Paulo, SP: Cortez, 2001.
MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.
OLIVEIRA, Josane Moreira de. O futuro na língua portuguesa ontem e hoje: variação e mudança. Tese (Doutorado em Letras Vernáculas) – Faculdade de Letras, UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, 2006.
OLIVEIRA, Josane Moreira de. A expressão do futuro verbal na escrita jornalística baiana. Revista Linguística. v.8, n.1, p.125-137, jun. 2012. Disponível em
http://www.letras.ufrj.br/poslinguistica/revistalinguistica. Acesso em 01 de março de 2021.
PILATI, Eloisa. Linguística, gramática e aprendizagem ativa. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017.
PILATI, Eloisa. Contribuições do conhecimento gramatical para o processo da escrita: a proposta da Gramaticoteca. In: ROPPER, Tom; MAIA, Marcus, PILATI, Eloisa (Orgs.). Experimentando
Linguística na Escola: conhecimento gramatical, leitura e escrita. Campinas, SP: Pontes, 2020. p.121-171.
SANTOS, Josete Rocha. A variação entre as formas de futuro do presente no português formal e informal falado no Rio de Janeiro. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Faculdade de letras, UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, 2000.
SILVA, Lívia Ferreira Alves da Silva. Expressões de futuridade em Língua Portuguesa: descrição e ensino. 2021. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras – PROFLETRAS) – Faculdade de Letras, UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, 2021.
TESCH, Leila Maria. A expressão do tempo futuro no uso capixaba: variação e gramaticalização. Doutorado (Doutorado em Linguística) – Faculdade de Letras, UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, 2011.
VIEIRA, Silvia Rodrigues. Orientações oficiais para o ensino de gramática: uma proposta em três frentes de trabalho. Trabalho apresentado no V Encontro Nacional das Licenciaturas, Natal/RN, 8 a 12 de dezembro, 2014.
VIEIRA, Silvia Rodrigues. Três eixos para o ensino de gramática: uma proposta experimental. In: NORONHA, Claudianny. Amorim; SÁ JR., Lucrécio Araújo de. (Orgs.) Escola, ensino e linguagem [recurso eletrônico]. Natal-RN: EDUFRN, 2017a.
VIEIRA, Silvia Rodrigues. Gramática, variação e ensino: diagnose e propostas pedagógicas. Rio de Janeiro, RJ, Letras UFRJ, 2017b.
VIEIRA, Silvia Rodrigues. Gramática, variação e ensino: diagnose e propostas pedagógicas. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo, SP: Blucher, 2018.
VIEIRA, Silvia Rodrigues. Objetivos pedagógicos e níveis gramaticais: um olhar sobre o ensino de Língua Portuguesa. In.: PILATI, Eloisa; NAVES, Rozana; SALLES, Heloisa (Orgs.) Novos olhares para a gramática em sala de aula: questões para estudantes, professores e pesquisadores. Campinas, SP: Pontes,
2019. p. 67-91.
VIEIRA, Silvia Rodrigues; LIMA, Monique Débora Alves de Oliveira (Orgs.) Variação, gêneros textuais e ensino de Português: da norma culta à norma-padrão. Rio de Janeiro: Letras UFRJ, 2019.
WEINREICH, Uriel; LABOV, William; HERZOG, Marvin. Empirical foundations for a theory of Language change. In: LEHMANN, Winfred Philip; MALKIEL, Yakov (Eds.) Directions for Historical linguistics. Austin: University of Texas Press, 1968. p. 97-195.
Publicado
2022-04-07
Como Citar
SILVA, Livia; RODRIGUES VIEIRA, Silvia. EXPRESSÕES DE FUTURIDADE NO PORTUGUÊS DO BRASIL: DESCRIÇÃO E ENSINO. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 12, n. 01, abr. 2022. ISSN 2318-1788. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/461>. Acesso em: 07 out. 2022.