NÃO ERA UMA BALEIA? UMA ANÁLISE DISCURSIVA DO EFEITO METAFÓRICO

  • Maria Gorette da Silva Ferreira Sampaio Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB
  • Márcia Helena de Melo Pereira Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB
  • Gerenice Ribeiro de Oliveira Cortes

Resumo

Após a divulgação do jogo denominado Baleia Azul, que mobilizou atenção de pais, educadores, psicólogos e segurança pública, em virtude de suposta associação com a prática de suicídio de adolescentes em vários estados brasileiros, muitas postagens circularam nas redes sociais. Selecionamos nove que circularam no Facebook. Objetivamos, neste trabalho, com base nos aportes teóricos da Análise de discurso desenvolvida por Pêcheux,  descrever o funcionamento discursivo dessas postagens, cujas formulações apontam para um processo de deslizamento de sentido por efeito metafórico.  As relações metafóricas se instituem por meio de substituições dos termos baleia azul por  outras formulações que apontam para sentidos de trabalho, educação, punição, entre outros, são atualizados.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGLin), da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Especialista em Alfabetização e em Linguística Aplicada ao Ensino do Português pela Uesb, onde atua como docente. E-mail: goretteferreira@yahoo.com.br

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas.  Professora  do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários e docente do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Linguística, ambos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). E-mail: marciahelenad@yahoo.com.br

 

Gerenice Ribeiro de Oliveira Cortes

Doutora em Letras/Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE. Professora Adjunta do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários – DELL/Programa de Pós-Graduação em Linguística- PPGLin. Pesquisadora da área de Análise do Discurso. E-mail: cortesgr@gmail.com

 

Referências

CARVALHO, N.; KRAMER, R. A linguagem no Facebook. In: SHEPHERD, Tania G. ; SALIÉS, Tânia G. (orgs.). Linguística da Internet. São Paulo: Contexto, 2013. p. 78-92.
COURTINE, J.-J. Analyse du discours politique; le discours communiste adressé aux chrétiens. Langages 62. Paris: Didier-Larousse, 1981.
MALDIDIER, D. A inquietude do discurso: (Re)ler Michel Pêcheux hoje. Campinas: Pontes, 2003.
ORLANDI, E. P. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Campinas: Pontes, 2004.
ORLANDI, E. P. Análise de discurso: Princípios e Procedimentos. Campinas-SP: Pontes, 2005.
PÊCHEUX, M. Análise automática do discurso (AAD-69). In: GADET, F.; HAK, T. (Org.). Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: Editora da UNICAMP, 1997a. p. 61-162.
PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Tradução Eni P. Orlandi. Campinas: Editora da Unicamp, 1997b.
Publicado
2019-10-25
Como Citar
DA SILVA FERREIRA SAMPAIO, Maria Gorette; PEREIRA, Márcia Helena de Melo; CORTES, Gerenice Ribeiro de Oliveira. NÃO ERA UMA BALEIA? UMA ANÁLISE DISCURSIVA DO EFEITO METAFÓRICO. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 10, n. 01, out. 2019. ISSN 2318-1788. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/135>. Acesso em: 11 dez. 2019.