Práticas de ensino de língua portuguesa no ensino médio: letramento, tecnologias digitais e protagonismo juvenil

  • José Ribamar Lopes Batista Júnior Universidade Federal do Piauí
  • Denise Tamaê Borges Sato
  • Gercivaldo Vale Peixoto

Resumo

O Laboratório de Leitura e Produção Textual do Colégio Técnico de Floriano/UFPI vem desenvolvendo projetos estratégia de ensino de língua partindo da gradação de habilidades orais e escritas que envolvem tanto a participação estudantil como comunitária, associada às tecnologias digitais em propostas de leitura e produção de textos. Os resultados apontam para o crescimento da capacidade linguística, bem como para o desenvolvimento de habilidades de convivência social.

Referências

BALTAR, Marcos. Rádio escolar: uma experiência de letramento midiático. São Paulo: Cortez, 2012.

BARTON, David; HAMILTON, Mary. Local literacies. London and New York: Routledge, 1998.
COSCARELLI, Carla Viana (org.). Tecnologias para aprender. São Paulo: Parábola Editorial, 2016.
FERRAREZI JR, Celso; CARVALHO, Robson Santos de. Produzir textos na educação básica: o que saber, como fazer. São Paulo: Parábola Editorial, 2015.
RIBEIRO, Ana Elisa. Textos multimodais: leitura e produção. São Paulo: Parábola Editorial, 2016.
ROJO, Roxane; BARBOSA, Jacqueline P. Hipermodernidade, multiletramentos e gêneros discursi-vos. São Paulo: Parábola Editorial, 2015.

SANTOS, Leonor Werneck; RICHE, Rosa Cuba; TEIXEIRA, Claudia Souza. Análise e produção de textos. São Paulo: Editora Contexto, 2012.
SOUZA, Ana Lúcia Silva; CORTI, Ana Paula; MENDONÇA, Márcia. Letramentos no ensino mé-dio. São Paulo: Parábola Editorial, 2012.
Publicado
2018-06-30
Como Citar
BATISTA JÚNIOR, José Ribamar Lopes; SATO, Denise Tamaê Borges; PEIXOTO, Gercivaldo Vale. Práticas de ensino de língua portuguesa no ensino médio: letramento, tecnologias digitais e protagonismo juvenil. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 9, n. 01, jun. 2018. ISSN 2318-1788. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/140>. Acesso em: 11 dez. 2019.