FACEBOOK E O COMPLEXO DE ALICE

  • Caroline Janjácomo Universidade Federal de São Carlos
  • Valdemir Miotello Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
  • Vinício Carrilho Martinez Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Resumo

Objetiva-se com este texto refletir sobre a presença das redes sociais nas relações da sociedade, enquanto ambiente de interação e comunicação. Partindo das discussões midiáticas recentes sobre a privacidade dos usuários dessas redes, busca-se uma discussão que se alargue em direção à expressão dos sujeitos por meio delas. Para isso, é realizado um paralelo literário com a obra Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll, no sentido de ilustrar metaforicamente situações onde podem prevalecer comportamentos como a tentativa de adequação a esteriótipos impostos pelo ambiente virtual, oscilação de identidade e falso sentido de comunidade. A pesquisa é de natureza básica pura de abordagem indutiva, baseada em referenciais teóricos que ponderam a presença da tecnologia na sociedade, como Zygmunt Bauman e Pierre Lévy, e também através de uma compreensão da interação social argumentada por Mikhail Bakhtin pelo viés da filosofia da linguagem, e de Henry Jenkins pela ótica comunicacional.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Professor de Filosofia da Linguagem da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

##submission.authorWithAffiliation##

Professor associado da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Pós-doutor em Ciências Políticas. Doutor em Ciências Sociais. Mestre em Direito. Advogado.

Referências

BAKHTIN, M. M. Para uma filosofia do ato responsável. Tradução Valdemir Miotello; Carlos Alberto Faraco. 2a ed. São Carlos: Pedro & João Editores, 2010.
BAKHTIN, M. M. Estética da criação verbal. Tradução Paulo Bezerra. 6ª ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011.
BAUDRILLARD, Jean. A transparência do Mal: ensaio sobre os fenômenos extremos. Campinas-SP : Papirus, 1990.
______ À sombra das maiorias silenciosas: o fim do social e o surgimento das massas. São Paulo : Brasiliense, 1993.
BAUMAN, Z. Modernidade e ambivalência. Tradução de Marcus Penchel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1999.
BAUMAN, Z. Modernidade Líquida. Traducao Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.
BAUMAN, Z. Amor líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos. Traducao Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2004.
BAUMAN, Z. A sociedade individualizada: vidas contadas e histórias vividas. Traducao José Gradel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2008.
BBC. Estudo questiona: sair do Facebook deixa as pessoas mais felizes?. BBC, Brasil. Disponível em < http://www.bbc.com/portuguese/geral-38024520>. Acesso em 27 mar. 2018.
BOTTOMORE, Tom. Dicionário do Pensamento Marxista. Rio de Janeiro : Jorge Zahar Ed. 2001.
CARROLL, L. Alice no país das maravilhas.Tradução de Márcia Feriotti Meira. São Paulo: Martin Claret, 2014.
CAMUS, Albert. O Estrangeiro. São Paulo : Record, s/d.
DELEUZE, Gilles. Conversações. São Paulo: Ed. 34 , 1992.
GIL, Antonio C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2008.
G1. Facebook diz que coleta de ligações e SMS foi liberada por usuários e não vende dados a terceiros. G1, Brasil. Disponível em < https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/facebook-diz-que-coleta-de-ligacoes-e-sms-foi-liberada-por-usuarios-e-que-nao-vende-dados-a-terceiros.ghtml>. Acesso em 26 mar. 2018.
JENKINS, H. Cultura da convergência. Tradução de Susana L. De Alexandria. 2a ed. São Paulo: Aleph, 2009.
LÉVY, P. Cibercultura. Tradução de Carlos Irineu Da Costa. São Paulo: Ed. 34, 1999.
LÉVY, P. O que é o virtual? Tradução de Paulo Neves. 2a ed. São Paulo: Ed. 34, 2011.
LLANO P., SÁNCHEZ, A. Vazamento de dados do Facebook causa tempestade política mundial. El País, Miami/Bruxelas, 2018. Disponível em . Acesso em 23 abril 2018.
MARTINEZ, Vinício Carrilho. Prefácio à Contribuição à Crítica da Economia Política. 3ª ed. São Paulo : Martins Fontes: 2003, p. 03-08.
MOURA, M. I.; MIOTELLO, V. Deslocando a identidade. Um novo jeito de pensar a respeito de mim mesmo. In: MIOTELLO, V.; MOURA, M. I. (Orgs.). A alteridade como lugar da incompletude. São Carlos: Pedro & João Editores, 2014.
SCHMITT, Carl. Teologia Política. Belo Horizonte: Del Rey, 2006.
Publicado
2019-10-25
Como Citar
JANJÁCOMO, Caroline; MIOTELLO, Valdemir; MARTINEZ, Vinício Carrilho. FACEBOOK E O COMPLEXO DE ALICE. LETRAS EM REVISTA, [S.l.], v. 10, n. 01, out. 2019. ISSN 2318-1788. Disponível em: <https://ojs.uespi.br/index.php/ler/article/view/75>. Acesso em: 11 dez. 2019.